segunda-feira, 22 de julho de 2013

Que venham os bons auspícios da Lua Rosa que todos os desejos traz!!!!

Às 15h08 a Lua entrou em Aquário, trazendo aquela sensação deliciosa de um vanguardismo que se aloja em no despojamento universalista  quase blasé, indo abraçar o Sol que se reveste de Leão às 12h57 e, ao som dessa sinfonia mágica, a Grande Mãe hoje nos brinda com o espetáculo de uma Lua Rosa!

Não, a Lua não estará rosada, a despeito de estarmos em pleno inverno seco de cerrado, ocasião em que realmente o céu cinge-se de lilás e tons grená. 

A Lua Rosa coincide com uma data muito especial em alguns círculos wiccanos, bem como em algumas tradições de witchcraft, stregheria, bruxaria tradicional e magia que baseiam seus ritos no calendário lunar (e não solar gregoriana), dividindo o ano em etapas subsequentes e circulares: daí o mito da roda do ano, na espiral de celebração de equinócios, solstícios, bem como de ritos de colheita (basicamente nossas crenças centrais, de reverência e gratitude a cada etapa de uma vida de plantio, colheita e consumo, lembrando sempre o eterno ciclo de vida-morte-vida).

Trata-se de uma Lua Cheia (também chamada de plenilúnio, ou seja, a plenitude da Lua, em seu aspecto Mulher e fertilizadora) que antecede o sabbat mais próximo (para quem segue a Roda do Sul, em breve comemoraremos Imbolc em 01 de agosto, época de leite e abundância), potencializando todos os desejos, pedidos, aspirações e vontades direcionados em eventuais trabalhos mágicos. 

Não costumo realizar trabalhos mágicos mais densos e elaborados em esbats - pois acredito que a data deva ser dedicada à saudação da Lua Plena - mas demandas que dizem respeito a projetos, metas, desejos, sonhos e aspirações são bem-vindas, pois se trata, ao meu ver, de expansão sob os auspícios dessa lunação específica. 

Com isso, conecto-me à energia dessa lua especial, imantando sempre em um papel regado por óleo essencial respectivo meu desejo: emoção + necessidade + conhecimento, requisitos essenciais para que programemos mente, alma, espírito e matéria (em nível celular, atômico e eletromagnético) para transformar o ambiente, transformando nossa realidade. Isso é mágica!

A seguir, queimo meu papel no fogo do caldeirão ardente, pois o fogo é um agente transmutador, que reelabora - em nível invisível e físico - substâncias. 

Além disso, nunca é demais lembrar que a fumaça evoca a comunicação que o ar faz com o plano etéreo, local onde as formas-pensamento criam realidade. 

Agrego ervas e resinas que tenham correspondência mágica com o tema (ou seja, o requisito 'conhecimento' é importantíssimo aqui) e entoo uma das rimas que trago em meu livro ancestral. Costumo sempre me lembrar da lei de retorno e sempre imantar: 

"O que for real, que a Terra fixe,
a Água purifique e assim permaneça.
O que for ilusório, que o Fogo transmute,
o Ar carregue e assim feneça"

Simples assim. Bruxaria é a nobre arte de se transformar por intermédio da conexão com o sagrado que reside em nosso campo mais profundo de estado invisível, plasmando na dita "realidade física" uma verdadeira reprogramação funcional. 

Céad mile fáilte!
Blessed be!
So mote it be!



Nenhum comentário:

Postar um comentário