quarta-feira, 21 de março de 2012

Fàilte, Mabon!!!

Enfim, eis chegada a hora do Equinócio de Outono! Para algumas rodas de tradição na Arte, é tempo de reflexão, ocasião em que a segunda colheita é celebrada, como agradecimento pelos frutos que a nobre Terra nos oferece graciosamente.

Nesses tempos, preparamo-nos para o Inverno, que já está dando o ar da graça, tendo em vista que a temperatura já começa a ficar amena, ainda que estejamos em pleno cerrado. Fico observando, em minhas andanças, o quão desconectados dos ciclos de estações do ano muitos de nós estamos, sem a menor noção sobre o que está acontecendo com a Natureza em termos de mudança.

A marca da vez é a chuva, uma vez que nesse período, as águas começam a escassear, cedendo espaço para a seca invernal. Mas para os desatentos, o período das últimas chuvas representa um "estorvo", ou seja, uma reclamação constante, demonstração ímpar de falta de GRATIDÃO em relação ao que A Grande Mãe nos oferta sem desejar receber em troca.

Entendo que já está mais do que na hora de nos voltarmos para a reflexão sobre isso, para que possamos nos conectar e celebrar, resgatando o sentido o AGRADECIMENTO em nossas vias, e não nos sentindo merecedores pelo fato de sermos colonizadores e conquistadores. Quando o ser humano não conquista a si mesmo acaba sendo escravo de sua própria ignorância!

Feliz Mabon para todos nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário