sábado, 24 de setembro de 2011

Salve, salve a generosidade da Primavera!



É tempo de Primavera!

Para parte da comunidade pagã de cunho wiccaniano, é tempo também de Ostara (anglo-saxã)/Eostre, a deusa da fertilidade, cuja expressão maior de prosperidade se manifesta na tradição antiga da postagem dos famosos "ovos" resguardados por coelhos (outro grande símbolo da fertilidade).



Em pleno cerrado quente, a Primavera se revela nos mais sutis detalhes: basta eu chegar em casa e observar o chão repleto de pontos lilases, marca maior das amoras quedando das árvores para formar um tapete chapiscado de doçura e cores.



O Mel e a Margot, de igual forma, brincam em meio aos frutos pendentes, ostentando as manchas nos pêlos, bem como a boca enegrecida por terem deglutido tantas outras formosas frutinhas! No chão as "patinhas" denunciando que as brincadeiras que os fazem felizes nada mais são do que a vivência enquanto simples seres plenos de regozijo dos deuses!



É tempo de Ostara e, com ela, a renovação de tudo que se fechava em um grande ciclo de felicidades.



A cada ciclo uma experiência nova traz a serenidade aos meus olhos...



Contemplando as chegadas e as partidas, renovo-me internamente para minhas próprias idas e vindas, mantendo a certeza de que tudo está como deveria...Tudo indo e vindo, numa espiral cósmica de amor a se fortalecer, uma sensação "secreta" de pertencimento a um mundo que, a rigor, é só meu!



Com o ciclo de fertilidade, polinizam-se esperanças concretas em realizações, que se formaram ao longo da trajetória de experienciação do que existe de novo. O medo do devenir cede espaço para a ruptura que o novo traz: para o novo entrar, o velho precisa sair! Sim! Expirou o tempo e, com ele a necessidade de mudança se instala frontalmente onde outrora foi cenário de uma experiência que já é passado!



O mais interessante de tudo vem da sensação renovada de ser sempre eu, em momentos e experiências distintas...Mas, enfim, em essência... eu! Indo ou vindo, chegando ou partindo, pegando a nau da trilha do grande viver para percorrer mundos com animação e alegria!


Nenhum comentário:

Postar um comentário