domingo, 30 de maio de 2010

Final de Outono e o significado da runa isa - I

Fonte: Fonte da imagem

Daqui a pouco chega o inverno e, com ele, a sabedoria do recolhimento...

O frio traz a idéia da aparente "estaticidade", o não-agir para poupar energia diante das baixas temperaturas, poupando energia para a alta "trepidação" do corpo, que se confronta com a baixa temperatura do ambiente.

Tudo é diferente no inverno, desde a dieta alimentar até a maneira com que nos vestimos para enfrentar o friozinho de baixa estação. O frio toma o espaço acobreado do Outono, sem pedir licença para estabelecer o por-do-sol violáceo que é marca registrada deste lindo cerrado. Sou suspeita para falar do Outono, porque, afinal, nasci em Mabon, pleno Outono, num dia 27 de março, bem no início da "era avermelhada".

Ver o céu da janela da minha casa me faz lembrar da runa Isa - cujo símbolo é um I - marcando a hibernação do inverno e apontando um momento de reflexão para a tomada de decisões. Ela saiu muito para mim nesses últimos meses - exatamente nos últimos seis meses - e eu, confiando que poderia "tripudiar" dos deuses e do inconsciente, não lhe dei a atenção devida.

Quando ela sai no jogo tirado, geralmente passa o recado para que nos ajustemos ao respeito a essa noção de "pequena pausa". Longe de significar "estagnação", Isa traz uma espécie de sobrestamento em relação ao que está sendo consultado, lembrando que, assim como o inverno, alguns projetos podem não estar, naquele imedioato momento, na esteira de realizações pessoais a serem perseguidas.

Tememos o inverno, é bem verdade. Talvez porque tememos o desconhecido escondido por baixo da neve fria. E, amedralhando-nos frente ao frio, exitamos e preferimos não agir, esperando o Sol despontar e aquecer o horizonte e nossos caminhos.
Não temo mais o inverno, pois, assim como a chuva, ele traz o frescor da renovação...

Nenhum comentário:

Postar um comentário